terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Em defesa do romance














«Incivilizado, bárbaro, órfão de sensibilidade e pobre de palavra, ignorante e grave, alheio à paixão e ao erotismo - um mundo sem literatura teria como traço principal o conformismo, a submissão dos seres humanos ao estabelecido. Seria um mundo animal.»

Boas leituras!

1 comentário:

Alex disse...

Maravilhoso, Patrícia, muito obrigada. Não poderia estar mais de acordo e por isso, vou-lhe roubar este texto!

Um beijinho,
Alexandra Quadros