quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Obama, linha a linha


«Vivemos numa era em que os ganhos de curto prazo foram preferidos à prosperidade a longo termo, em que não conseguimos olhar além do próximo salário, do próximo trimestre ou da próxima eleição. (...) Os debates críticos e as decisões difíceis foram sendo adiados para melhores dias. Mas agora chegou o dia do ajuste de contas. Chegou o tempo de voltarmos a tomar as rédeas do nosso futuro»

Versão integral do discurso de Obama no Congresso, com comentários dos repórteres do New York Times, e uma análise das principais ideias do Presidente americano no Politico: What Obama really meant...

3 comentários:

Carlos Santos disse...

Permita-me os parabéns pelo blogue.
E deixe que a convide a ler a análise que sobre o mesmo discurso produzi em:
http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/02/discurso-do-estado-da-ncao-de-obama-o.html

CS

Carlos Santos disse...

Peço-lhe desculpa por inserir um novo link. A questão é que para mim o discurso de Obama tocou nas relações internacionais logo ao focar a independência energética que é claramente um tema global. A minha abordagem das novas energias tende a fugir ao debate sobre o aquecimento global pq isso gera polémica desnecessária para a causa. É bem vinda a visitar: http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/02/os-argumentos-das-energias-renovaveis.html

Patrícia Fonseca disse...

Não conhecia o seu blog mas vou passar a ser visita regular... e vou já comprar o seu livro! Fiquei com vontade de ler mais :)