quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Precisa-se: dinheiro para reportagem


O New York Times publicou pela primeira vez uma reportagem financiada por leitores. Para escrever o artigo Afloat in the Ocean, Expanding Islands of Trash, que fala sobre a acumulação de lixo no Pacífico, a jornalista Lindsey Hoshaw pediu ajuda à comunidade de Los Angeles, através do site Spot.Us, criado para angariar dinheiro para jornalistas freelancers poderem concretizar os seus projectos de reportagem e/ou investigação.

Lindsey recolheu 6 mil dólares e foi escrever a sua história. Segundo as regras do site, quando o trabalho é vendido a um grande meio (como foi agora o caso), os lucros são distribuídos pelos cidadãos que contribuíram inicialmente para o projecto.

Este tipo de iniciativas conquistam cada vez mais espaço nos EUA, levando vários estudiosos dos Media a apontar a filantropia como um caminho para o financiamento (e sobrevivência) do jornalismo de investigação - já em vias de extinção até nos grandes jornais de referência...

5 comentários:

TZ disse...

Um sinal muito interessante.

Paloma disse...

A criatividade leva-nos por caminhos engraçados! E viáveis... =)

adevidacomedia disse...

Temos de reinventar. E, se calhar, esse é um caminho. Mas em Portugal talvez seja um amanhã longe demais...Beijos

Patrícia Fonseca disse...

Temos de aprender com as experiências dos outros... e ousar, arriscar, experimentar muito mais :)

Humberto Almendra disse...

É uma liberdade improvável. Mas muito positiva e que diz muito do Ex País de Bush, agora de Obama. Como costumo dizer, Aconteceu?? Só se for na América!! Um país que é um mundo!