sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Laura, a marinheira


Laura tem, como diz o seu pai, «sal no sangue». Nasceu a bordo de um barco a vela, quando os seus pais, holandeses, navegavam ao largo da Nova Zelândia. Navega em solitário desde os 7 anos e agora, que tem 13, preparava-se para dedicar os próximos dois anos da sua vida a dar a volta ao mundo - sonhava tornar-se a mais jovem de sempre a fazê-lo. Os pais apoiaram a aventura mas, como conta o Times e o El Pais, a directora da escola, quando percebeu que ela iria abandonar os estudos para se fazer ao mar, fez queixa ao Ministério Público. Hoje, um juiz determinou que ela não podia aventurar-se sozinha numa circunavegação solitária. A lei holandesa prevê a escolaridade obrigatória até aos 16 anos e, além disso, o tribunal considerou que, numa viagem tão dura, ela seria confrontada com desafios físicos e psicológicos incompatíveis com a sua idade.
A guarda dos pais ficou suspensa, temporariamente. Laura continuará a viver com o pai, mas sob o olhar atento dos serviços sociais. Contudo, a advogada da adolescente conseguiu que o tribunal voltasse a apreciar o caso daqui a dois meses: «Ela ainda tem esperança de poder partir em Novembro.»

2 comentários:

Carlos Santos disse...

Cara Patrícia,

É pouco para o mágnifico espaço que é este blogue, mas fica aqui uma oferenda:
http://ovalordasideias.blogspot.com/2009/08/premio-o-seu-blogue-e-viciante.html

Abraço,
Carlos Santos

Patrícia Fonseca disse...

Oh Carlos, obrigada!